27
Sex., Jan.
3 Artigos Novos

© ICNF

Serviços

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas anunciou que a Comissão de Acompanhamento para as Operações Florestais (CAOF) disponibilizou as matrizes para 2022 relativas aos custos de referência para arborização, rearborização, beneficiação e exploração florestal.

Criada em 2021, a CAOF tem como principais atribuições a elaboração de uma base de dados de tempos padrão para a realização das operações que abranjam todo o ciclo florestal, e procede regularmente à atualização da matriz de referência com os custos máximo e mínimo, para as principais operações florestais, destacando-se as ações de (re)arborização (manuais, mecânicas, mistas e execução de infraestruturas), de beneficiação (manuais, mistas e mecânicas) e de exploração de povoamentos florestais. Além disso, disponibiliza informação dos custos das operações florestais para que o funcionamento das fileiras florestais possa ser mais produtivo e eficiente.

“Tem ainda competências para proceder à análise da produtividade, custo das operações e técnicas florestais no âmbito da exploração de madeira e cortiça, da exploração dos frutos secos ou outros frutos florestais, da resina, de produtos micológicos e da biomassa florestal para produção de energia. Pode ainda promover estudos para aumentar o conhecimento e diversificar a oferta dos custos e produtividades das operações florestais”, refere o ICNF.