11
Ter., Ago.
5 Artigos Novos

Gestão Florestal

Regressou a campanha de reflorestação "Uma Árvore pela Floresta", cujo objetivo é angariar participantes ativos na plantação de espécies autóctones em Áreas Protegidas e Zonas Classificadas de Portugal, em particular nas zonas mais afetadas pelos incêndios.

A Quercus, parceira dos CTT na iniciativa, revela que está quase a atingir as 100 mil árvores plantadas, sendo que na campanha de 2020 serão ainda incluídas as 8000 árvores que não puderam ser plantadas em março de 2020.

Na edição de 2020 está à venda, em 300 lojas CTT ou na loja online da empresa de distribuição, um novo kit, o Fraxinus angustifolia ou o freixo-nacional, que pode ser adquirido por 3,50 euros, até 31 de Dezembro.

O novo kit possui também um QR Code, com uma mensagem sonora que disponibiliza notícias e instruções para o registo do kit no site www.umaarvorepelafloresta.quercus.pt, para que quem adere saiba onde a sua árvore vai ser plantada, e para o caso de querer ser voluntário nas plantações a realizar.

Os kits vendidos são convertidos em árvores e arbustos de espécies autóctones, como o freixo, o sobreiro,  a azinheira, o medronheiro, ou o castanheiro, entre muitas outras, que serão plantadas em Áreas Protegidas e Zonas Classificadas na primavera de 2021, com a participação ativa de todos os voluntários que se inscreverem no website ou através do email voluntarios@quercus.pt.

Todas as plantações são organizadas no terreno pela QUERCUS, em colaboração com o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.