27
Sex., Jan.
3 Artigos Novos

Com 144 anos, o Eucalipto de Contige reuniu o maior número de votos, sendo eleita a Árvore do Ano 2023. Considerada “a maior árvore classificada de Portugal” pela Universidade de Aveiro, a árvore está localizada à beira da antiga EN 229. A sua plantação remonta a 1878, quando se abriu a Estrada das Donárias.

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, com o apoio do Fundo Ambiental, contratou o cronista e comentador televisivo Luís Pedro Nunes a associar-se a Joel Santos, fotógrafo e coautor das séries documentais ‘Mundo à Vista’ e ‘Portugal à Vista’, para desenvolver o projeto ‘A Fronteira Viva’, um livro dedicado aos cinco Parques Naturais portugueses que fazem fronteira com Espanha.

campanha “Cidadãos por uma Floresta Ativa em 2023”  convida os cidadãos a fazer o envio de um postal de Boas Festas a António Costa. Disponível no website do projeto ForestWatch, o postal representa um apelo simples ao Primeiro-Ministro para que, em 2023, ajude os pequenos proprietários a gerir a floresta.  

“A Floresta e o Fogo nos tempos da pandemia” é o primeiro livro editado exclusivamente pelo CoLAB ForestWISE - Laboratório Colaborativo para a Gestão Integrada da Floresta e do Fogo, que conta com o contributo de 62 especialistas e individualidades de múltiplos setores da nossa sociedade.

O Vila do Conde Porto Fashion Outlet acaba de alcançar o nível de Outstanding (Excecional), a classificação máxima da certificação BREEAM, que permite medir o grau de sustentabilidade de um edifício.

 A COP15, que terá lugar em dezembro, na cidade de Montreal, tem como principal objetivo a adoção de uma Estratégia Global para a Biodiversidade Pós-2020, para travar a perda global de biodiversidade até 2030 e promover a recuperação dos ecossistemas naturais. A propósito, o BCSD Portugal e mais de 60 empresas associadas, juntam-se num manifesto e pedem que seja um momento de viragem para o reconhecimento da importância da natureza para a economia mundial.

De acordo com a ONU, o financiamento para a natureza terá de duplicar para mais do dobro até 2025 para que seja possível atingir os objetivos globais de clima e biodiversidade.  A maioria do financiamento terá de vir do sector privado, que só gasta 26 mil milhões de dólares por ano.

O Centro PINUS assinalou o Dia da Floresta Autóctone com a comunidade escolar de Valença no Pomar de Chamosinhos, ao receber a visita de alunos do ensino básico.

“Conecte-se à floresta” é o nome do novo programa do FSC Portugal, cuja apresentação decorre a 7 de dezembro, no Auditório da CAP Lisboa.