02
Dom., Out.
2 Artigos Novos

Eventos

O botânico e ecólogo Jorge Paiva vai doar a sua coleção de mais de 30 mil diapositivos ao Departamento de Ciências da Vida (DCV) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), onde é Professor Catedrático Jubilado.


«Todos os diapositivos estão devidamente datados e identificados, com o nome dos locais, de instituições, de pessoas, de plantas e de ecossistemas de todos os continentes. Destaca-se o núcleo relativo às plantas e aos ecossistemas porque permitem a realização de estudos de biodiversidade e ecologia. A forma de acondicionamento dos slides, em caixas de cartão feitas à medida, permitiu a sua conservação ao longo das décadas. Nenhum diapositivo se perdeu até aos dias de hoje», explica Ana Margarida Dias da Silva, do Arquivo do Departamento de Ciências da Vida da FCTUC.

«Podem também citar-se as fotografias do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC) coberto de neve em fevereiro de 1983, as fotografias históricas do Real Jardim de Kew (Londres) da década de 1970 ou a coleção dos mais de 100 jardins e parques de Londres», acrescenta.

Para o Departamento de Ciências da Vida da FCTUC, a doação deste espólio representa a «possibilidade de salvaguarda e disponibilização de um conjunto significativo de dados históricos relativos a todas as zonas do globo e a responsabilidade de dar a conhecer e estudar o legado de um dos mais conhecidos e reconhecidos professores de Botânica da Universidade de Coimbra, a nível nacional e internacional».

A coleção, iniciada na década de 1960, e que se prolonga até ao século XXI e ao aparecimento das máquinas fotográficas digitais, é o resultado das múltiplas expedições e missões que o Professor Jorge Paiva realizou ao longo da sua vida académica.