27
Seg., Jun.
5 Artigos Novos

Eventos

Os Estados Membros das Nações Unidas reuniram-se para debater temas prioritários para as florestas. Na mesa estiveram temas como a reversão da perda de floresta a nível global, o aumento dos benefícios económicos e sociais e a mobilização de recursos para cumprir as metas definidas.

 

“As florestas e a sua gestão sustentada podem e devem ser consideradas na recuperação económica e da sociedade pós pandemia COVID 19, e deste modo, contribuir para se atingir os objetivos de desenvolvimento sustentado", disse João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e Ação Climática, na intervenção em nome da União Europeia no Fórum das Nações Unidas sobre Florestas

No evento foi lançada a publicação “The Global Forest Goals Report 2021”, que estabelece os esforços e progressos alcançados, assim como a plataforma com informação sobre Financiamento Florestal para suporte ao investimento nos países em desenvolvimento (Clearing House). No relatório, António Guterres, Secretário-Geral das Nações Unidas, escreve: "A importância das florestas para o bem-estar das pessoas e do planeta é clara. Cerca de 1,6 mil milhões de pessoas em todo o mundo dependem diretamente das florestas para alimentação, abrigo, energia, medicamentos e rendimentos. As florestas fornecem ar limpo e água doce e ajudam a evitar a desertificação. Abrigam 80% de todas as espécies terrestres conhecidas, e regulam o nosso clima, absorvendo um terço das emissões globais de gases com efeito de estufa. Durante a pandemia COVID-19, as florestas têm sido uma tábua de salvação para os milhões de pessoas que se voltaram para elas para as suas necessidades de subsistência mais essenciais. Antes da pandemia, muitos países estavam a trabalhar arduamente para reverter a perda de florestas nativas e aumentar as áreas protegidas designadas para a conservação da biodiversidade. Alguns desses ganhos estão agora em risco com tendências preocupantes de aumento da desflorestação das florestas tropicais primárias".

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) assegurou a coordenação e a representação técnica da União Europeia no âmbito da Presidência Portuguesa, em articulação com o Ministério dos Negócios Estrangeiros e com a Delegação da UE junto das Nações Unidas/Serviços Europeus de Ação Externa.

O Fórum das Nações Unidas sobre Florestas é um órgão intergovernamental estabelecido em 2000 para debater assuntos e políticas florestais a nível global. Foi adotado um Plano Estratégico da ONU para as Florestas 2017-2030 e 6 Objetivos Globais para as Florestas, e, em 2007, um Instrumento Juridicamente Não Vinculativo para as Florestas, designado por “UN Forest Instrument”, revela ainda o ICNF.

Faça aqui o download do relatório.