25
Qua., Nov.
4 Artigos Novos

Biodiversidade

O número de casais reprodutores de águia-imperial ibérica aumentou em 33% no Alentejo. São agora 21 os casais na região, que deram origem a 20 crias voadoras após o ciclo de reprodução.

Foram marcadas três crias com emissores de GPS/GSM, o que permitiu o seu seguimento e o resgate de duas das três crias que caíram do ninho.

No Alentejo, a espécie encontra-se principalmente nas Zonas de Proteção Especial de Castro Verde e do Vale do Guadiana.

Com outros 3 casais reprodutores no Parque Natural do Tejo Internacional, Portugal tem um total de 24 casais da espécie, revelou o ICNF, através da Direção Regional da Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo, que fez o censo e monitorização dos territórios da águia-imperial-ibérica na região, durante a Primavera e o Verão.