23
Dom., Jan.
5 Artigos Novos

Biodiversidade

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e a  Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) lançaram uma nova plataforma para registo da mortalidade dos animais selvagens.


O objetivo é identificar os índices de mortalidade das espécies e notificar as autoridades competentes com efeito imediato, de forma a fazer a deteção precoce de doenças de evolução aguda como, por exemplo, a Peste Suína Africana em javalis.

As notificações vão permitir a remoção mais rápida dos cadáveres e a aplicação das medidas de controlo adequadas.


As notificações podem ser realizadas por médicos veterinários, agentes do SEPNA, guardas-florestais, vigilantes da natureza, caçadores, gestores de zona de caça, pescadores, investigadores e público em geral, através de dispositivos móveis ou computadores.

É necessário aceder à plataforma, enviar uma fotografia do cadáver, enviar as coordenadas geográficas do local e fazer o preenchimento dos campos solicitados.