10
Qua., Ago.
7 Artigos Novos

© ICNF

Biodiversidade

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) divulgou que dos linces ibéricos reintroduzidos no Vale do Guadiana nasceram 70 novas crias, de um total de 24 fêmeas reprodutoras. Os números representam mais 10 nascimentos e mais 6 fêmeas reprodutoras comparativamente ao ano anterior.

Atualmente são referenciados cerca de 200 linces distribuídos por um território que se estende entre os concelhos de Serpa e de Tavira, verificando-se uma consolidação da população em território algarvio, onde residem cerca de 20 exemplares e onde ocorreram 9 nascimentos.

“O sucesso da reintrodução do lince, verificado ao longo destes anos, resulta de um esforço ibérico em que associações de caçadores, agricultores, proprietários, ONGs, autarquias e entidades governamentais se uniram para resgatar e reverter a tendência de evolução de uma espécie que caminhava para a extinção”, refere o ICNF em comunicado.

Ainda durante o mês de fevereiro / início de março será dada continuidade ao processo com as soltas de 2022.