25
Dom., Jul.
4 Artigos Novos

Sustentabilidade

Dezanove empresas e investidores, desde grandes atores de mercado a empresas que operam em importantes países produtores florestais, são os primeiros participantes na nova plataforma multi-stakeholder da WWF, destinada a combater a desflorestação e a degradação das florestas em todo o mundo. Entre elas encontra-se a portuguesa The Navigator Company.

A procura global de produtos energéticos e de madeira está a aumentar, enquanto a desflorestação e a degradação das florestas continua. Satisfazer a procura mantendo as florestas intactas requer soluções ousadas. A nova plataforma Forests Forward da WWF pretende melhorar a gestão de 150 milhões de hectares de floresta até 2030, proporcionando oportunidades para criar impacto significativo nas paisagens e facilitar a comunicação sobre estes impactos. Tem uma forte ênfase nos povos indígenas e nas comunidades locais, que desempenham um papel fundamental na conservação das florestas com modelos locais de governação que podem ajudar a proteger as florestas. 

Os participantes na Forests Forward podem participar em áreas como a gestão sustentável das florestas e plantações, o comércio responsável de madeira, melhor silvicultura, reflorestação e restauro de ecossistemas, proteção e recuperação da biodiversidade, combate à ilegalidade em toda a cadeia de abastecimento de madeira, certificação florestal credível, cadeias de valor justas, inclusivas e equitativas e investimentos em paisagens-chave.

 O programa está também a desenvolver projetos de uso do território como parte da WWF Bankable Nature Solutions. Através da assistência técnica à origem e estruturação de projetos, as empresas participantes implementarão o conceito de Plantações de Nova Geração para conservar a biodiversidade e satisfazer as necessidades humanas, contribuindo simultaneamente para um crescimento económico sustentável e meios de subsistência locais.

Julia Young, Global Lead for Forest Sector Transformation, WWF International diz: "Todos os atores com apostas nas florestas têm um papel importante a desempenhar, não apenas pela madeira que fornecem, mas pelos recursos e serviços críticos que fornecem a milhares de milhões de pessoas, à economia e à natureza. A Forests Forward oferece oportunidades de mudança transformadora, permitindo às empresas definir e agir em caminhos inovadores e orientados para o futuro que produzam impactos tangíveis nas paisagens florestais, nas comunidades para beneficiar dos incentivos e abordagens para uma gestão florestal sustentável, e com os investidores para dar contributos concretos e positivos para a agenda de sustentabilidade global.”

Fran Price, Líder Global de Práticas Florestais da WWF, diz: "Estamos numa conjuntura crítica: mais do que nunca, as pessoas entendem como a natureza é fundamental para as nossas vidas e qual a importância de um futuro sustentável."    

O primeiro conjunto de empresas que se inscrevem na Forests Forward incluem a HP, a IKEA, a International Paper Company, a Kimberly-Clark, a Lowe's Companies, a  Mandarin Oriental, a Sofidel Spa, e a Williams-Sonoma, assim como a Bois et Scierie du Gabon (BSG), Gabon Wood Industry (GWI), Companie des Bois du Gabon, Gabonaise d'Exploitation de Bois (GEB) , Interholco, e o Grupo ALPI, a The New Forests Company, a The Navigator Company, a Stora Enso Oyj, a Suzano S/A  e a Veracel.