25
Qua., Nov.
4 Artigos Novos

Agropecuária

Até 2022, a Batata Portuguesa será promovida em França, Alemanha, Espanha, Holanda, Emirados Árabes Unidos, Eslovénia e Angola, mercados considerados estratégicos pela Porbatata – Associação da Batata de Portugal, que desenhou um conjunto de iniciativas para divulgar e valorizar a batata nacional.

Entre as iniciativas previstas está a criação de uma marca própria coletiva para a Batata de Portugal que destaque a qualidade e diferenciação do produto, aproximando-o da origem.

A presença em eventos internacionais, a realização de ações de prospeção de mercado e um Concurso Internacional da Batata Portuguesa em França são outros planos.

No âmbito do Projeto de Promoção da Batata Portuguesa nos Mercados Externos será também desenvolvido um estudo estratégico para a internacionalização do setor em novos mercados: Emirados Árabes Unidos, Eslovénia e Angola.

Em 2019, as exportações de batata somaram 28,5 milhões de euros. Os principais destinos foram Espanha, Alemanha, Holanda, Cabo Verde, França, Bélgica e Luxemburgo.

Em Portugal, o consumo per capita de batata é de 93,6 quilos por ano. É produzida em todo o país, com destaque para as zonas Entre Douro e Minho, Trás-os-Montes, Beira Interior, Beira Litoral, Oeste, Ribatejo, Península de Setúbal e Costa Alentejana. No total, a área ocupada pelo cultivo deste alimento totaliza 22 mil hectares e a produção média atinge perto de 500 mil toneladas anuais.

O projeto é apoiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização e prevê um investimento global de 352.988 euros, financiado em 85% pelo FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Fundada a 28 de setembro de 2016, a PORBATATA – Associação da Batata de Portugal, com sede na Lourinhã, é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo promover a batata portuguesa como um alimento saudável e diferenciado, destacando as suas características únicas.