25
Dom., Jul.
4 Artigos Novos

Agropecuária

Better Life Farming (BLF), modelo de parceria global da Bayer, foi reconhecido com um louvor no Fórum Internacional de Parcerias Público-Privadas (PPP's) da Cooperação e Integração Económica das Nações Unidas (UNECE), no âmbito dos Prémios Build Back Better Infrastructure Awards 2021.

Build Back Better foi o tema do Fórum Internacional de PPP da UNECE deste ano. A UNECE realizou um concurso para encontrar os projetos mais resilientes, que envolviam parcerias público-privadas que colocavam as pessoas no centro das operações e podiam ajudar as comunidades a manterem-se, reconstruirem-se e avançarem no contexto pós-pandémico.

A UNECE recebeu 66 candidaturas de 25 países, sendo que cada um teve de abranger pelo menos um dos seguintes temas: empoderamento das partes interessadas e da comunidade; pobreza e desigualdades; empoderamento das mulheres; sustentabilidade ambiental, alterações climáticas e resiliência.

O BLF foi selecionado pelo envolvimento com os stakeholders no apoio à melhoria dos meios de subsistência nas comunidades rurais. Em conjunto com as comunidades agrícolas da Indonésia, Índia e Bangladesh e mais de 20 parcerias locais impulsionadas pelos seus parceiros globais – Bayer, Netafim e a Corporação Financeira Internacional (IFC) do Banco Mundial – o modelo BLF oferece oportunidades empresariais a homens e mulheres, para adquirirem e operarem Centros de Agricultura Better Life.

Os centros, que atualmente abrangem mais de 300.000 pequenos agricultores nos países mencionados, permitem aos agricultores comprar sementes, soluções de proteção de culturas, soluções de irrigação, bem como ter um melhor acesso a mercados e soluções financeiras. O modelo é também apoiado pelos governos locais que apoiam a expansão do BLF como parte das suas estratégias de desenvolvimento rural.

"A agricultura é a espinha dorsal fundamental das economias rurais", sublinhou Lino Dias, Vice-Presidente do Smallholder Farming Bayer. "Isto significa que com um ecossistema empresarial eficaz, liderado por parcerias para enfrentar os desafios dos pequenos agricultores rurais, permitindo que estes prosperem, estaremos a melhorar não só a sua subsistência, mas também a reforçar o desenvolvimento rural. Isto contribui para muitos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030, que visam acabar com a fome e alcançar a segurança alimentar".

Atualmente, existem 550 milhões de pequenos agricultores em todo o mundo com explorações agrícolas com menos de 10 hectares, sendo que muitos deles têm explorações agrícolas com menos de dois hectares. Quase metade destas pequenas e marginais explorações agrícolas são exploradas por mulheres.