02
Dom., Out.
2 Artigos Novos

Hortofloricultura

A Timac Agro está a realizar ensaios de campo multianuais, em parceria com a Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo (ANPROMIS). O objetivo é reduzir o consumo de água e a utilização de fertilizantes.

O Projecto InovMilho envolve um estudo prático na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche, para implementar um plano de fertilização e de bioestimulação numa área de aproximadamente 4,5 hectares, considerando a redução da aplicação autorizada de 300 unidades de azoto por hectare, para apenas 200 unidades, produzindo mais com bastante menos.

Para além da redução da aplicação de azoto, os ensaios incidem na rega por pivot (em cerca de 10 hectares) e da instalação de um sistema de rega gota a gota enterrada a 30 cm, com vista a apurar a eficácia daquela técnica na redução da quantidade de água utilizada.

“Num momento em que a agricultura é desafiada a encontrar alternativas para a escassez de água e para o aumento de custos de fertilização, as nossas ações de investigação e ensaios práticos intensificam-se, uma vez que o sector enfrenta um dos mais exigentes períodos dos últimos anos. Ao mesmo tempo, quando assistimos a uma crise mundial de produção de cereais, temos de olhar para a cultura do milho com maior atenção e disponibilizar mais ferramentas para que os produtores continuem a produzir o suficiente para garantir resposta às necessidades alimentares”, destaca Marco Morais, Director-Geral da Timac Agro

Com o objetivo de atingir a máxima eficácia dos fertilizantes, a Timac Agro disponibilizou ioestimulantes, que representam uma alternativa para a estimulação das culturas, ao mesmo tempo que permitem uma redução de custos face ao impacto da subida de preços dos fertilizantes, diz a fabricante.